Queiroga exalta imunização e volta a falar em vacinar toda a população do Brasil até dezembro

Durante pronunciamento em São Paulo na manhã desta sexta-feira, 11, o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, falou sobre os planos futuros para a vacinação contra Covid-19 no Brasil e voltou a projetar que todos os maiores de idade serão vacinados no país ainda em 2021. “Tenho uma grande identificação com essa cidade, pois aqui passei três dos melhores anos da minha vida e nessa época eu aprendi a entrar nos corações com um cateter. Hoje eu quero entrar no coração de cada um de vocês com as vacinas, é a esperança de pôr fim a essa pandemia que vem há tanto tempo infelicitando as nossas vidas. O compromisso do Governo Federal e um empenho pessoal do presidente Jair Bolsonaro é ter a população vacinada do Brasil, aqueles acima de 18 anos, 160 milhões de brasileiros, vacinados até o final do ano. Para tanto, nós já temos mais de 630 milhões de doses de vacinas contratualizadas”, afirmou.

O ministro afirmou que o Programa Nacional de Imunização é “um orgulho para o Brasil e um exemplo para o mundo” e exaltou a capacidade de aplicação de 2,4 milhões de doses diárias em todo o país, lembrando que mais de 15% da população já tomou as duas doses da vacina até o momento. “Vamos avançar. No mês de junho teremos ao menos 40 milhões de doses de vacinas e a perspectiva no mês de julho também é satisfatória, haja vista a chegada de vacinas que são frutos de negociações bilaterais entre o Ministério da Saúde e indústrias farmacêuticas. Somente com a Pfizer, até setembro teremos 100 milhões de doses. De setembro a dezembro mais 100 milhões de doses, fazendo do Brasil o segundo país a ter mais doses da Pfizer contratadas”, disse. Queiroga participou da inauguração de leitos de UTI no Hospital Municipal de Guarapiranga, na Zona Sul da capital paulista.

Deixe uma resposta