Executiva do PSDB adia decisão sobre modelo de prévias para a próxima semana

A executiva nacional do Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) adiou para a próxima terça-feira, 15, a decisão sobre o modelo das prévias que definirão o candidato do partido ao Palácio do Planalto em 2022. O texto-base da proposta foi aprovado por unanimidade nesta terça, mas ficou pendente a definição do percentual atribuído aos votos de filiados com e sem mandato. A sigla já definiu que a eleição interna seja indireta, contrariando os aliados do governador João Doria que defendem maioria na Executiva pelo modelo de divisão em dois grupos, em que filiados sem cargo eletivo tenham o mesmo peso daqueles com mandatos. O presidente do PSDB em São Paulo e secretário do Desenvolvimento Regional do Estado, Marco Vinholi, diz que esse formato é o mais democrático. “O que nós pretendemos é que cada vez mais fazer o convencimento em torno daquilo que a gnte enxerga como modelo justo e transparente. Um modelo que possa ter a militância e o filiados prestigiados e também os mandatários que pediram para ter dentro disso o seu peso. Nós confiamos que por meio do diálogo vamos conseguir chegar ao máximo de consenso possível.”

O outro modelo apresentado pelo diretório de Minas Gerais propõe manter a divisão do colégio eleitoral em quatro grupos, com peso de 25% cada. O coordenador do grupo de trabalho e ex-senador José Aníbal insiste que a proposta inicial, em que os votos daqueles que têm mandato eletivo terão peso maior que o dos filiados, é a ideal. “Todos nós queremos a maior participação dos filiados, mas queremos também a participação daqueles que estão lidando no dia a dia, os prefeitos, os desafios que enfrentam, os vereadores, as demandas que recebem todos os dias nas cidades, nos bairros, nas periferias. O Brasil mudou, o Brasil depois dessa pandemia é outro país, que pode ser melhor, mas não vai bem”, disse. Ainda segundo o ex-senador, a ideia é buscar um consenso que possa unir o grupo. De acordo com o novo calendário aprovado pela Executiva, os candidatos farão suas inscrições em 20 de setembro, com início dos debates em 18 de outubro. As prévias do PSDB estão marcadas para 21 de novembro. Até agora, quatro nomes já se apresentaram como presidenciáveis tucanos: os governadores João Doria, de São Paulo, e Eduardo Leite, do Rio Grande do Sul; o senador Tasso Jereissati e o ex-prefeito de Manaus, Arthur Virgílio.

*Com informações da repórter Caterina Achutti

Deixe uma resposta