Com 99% dos votos apurados, eleição presidencial no Peru segue indefinida

Pedro Castillo, do partido Peru Libre, continuava à frente, com 50,241% dos votos válidos, enquanto Keiko Fujimori, do Fuerza Popular, somava 49,759%. O esquerdista Pedro Castillo e a direitista Keiko Fujimori disputam o segundo turno da eleição presidencial no Peru
Ernesto Benevides/AFP e Gian Masko/AFP
Com 99,395% das urnas contabilizadas até o final da noite desta terça-feira (8), as eleições presidenciais no Peru continuavam indefinidas. A diferença é muito pequena entre os dois candidatos, de apenas 0,482% (83.667 votos).
Pedro Castillo, do partido Peru Libre, continuava à frente, com 50,241% dos votos válidos, enquanto Keiko Fujimori, do Fuerza Popular, somava 49,759%.
Na segunda-feira (7), Fujimori fez acusações de fraude, mas não apresentou provas, e divulgou uma hashtag para que usuários do Twitter apresentassem exemplos do que chamou de “irregularidades”.
Especialistas eleitorais, incluindo observadores internacionais, porém, disseram que nenhuma fraude foi observada.

Deixe uma resposta