Você viu? Covaxin e Sputnik V no Brasil, Pazuello sem punição, brasileiro investigado no Egito e luta de garota contra urso

Uma seleção de reportagens publicadas no G1 com as notícias de 31 de maio a 4 de junho. Com restrições, Anvisa aprova importação das vacinas Sputnik e Covaxin. Médica barrada em um cargo estratégico no Ministério da Saúde e médica defensora da cloroquina depõem na CPI da Covid. Exército decide não punir Pazuello por participar de ato político com Bolsonaro. Brasil vira sede da Copa América após recusas de Argentina e Colômbia. PIB volta ao patamar pré-pandemia. Brasileiro é detido no Egito após fazer piada de cunho sexual. E o impressionante vídeo de uma menina na luta contra um urso para salvar cachorros.
O “Você viu?” é publicado sempre aos sábados no G1.
Novas vacinas
A Anvisa aprovou a importação excecional de duas vacinas contra a Covid: a russa Sputnik V e a indiana Covaxin. A decisão vale apenas para lotes específicos de imunizantes trazidos de fora e não configura autorização de uso emergencial pela agência. A agência, que já havia rejeitado a compra dos imunizantes, mudou a orientação depois da chegada de novos documentos das fabricantes.
Com isso, sobe para seis o número de imunizantes com autorização para aplicação no Brasil — a lista inclui ainda CoronaVac, AstraZeneca/Oxford, Pfizer/BioNTech e Janssen.
AstraZeneca: quais sintomas, reações e possíveis efeitos colaterais entre vacinados?
Pandemia controlada: entenda em números o estudo que vacinou 95,7% em Serrana
Médicas na CPI
O nome de Luana Araújo era conhecido no país por ter sido anunciado e, em poucos dias, barrado na Secretaria de Enfrentamento à Covid-19, criada pelo Ministério da Saúde. Em depoimento à CPI, a médica disse não saber de quem o veto partiu. Ao responder senadores, Luana defendeu a ciência e criticou o tratamento precoce. Segundo ela, discutir a possibilidade de medicar doentes de Covid com remédios sem eficácia, caso da cloroquina, é como discutir “de que borda da terra plana vamos pular”. Veja essas e outras frases no vídeo a seguir:
Hecatombe e polarização esdrúxula: veja frases da médica Luana Araújo
Antes dela, a CPI ouviu outra médica — Nise Yamaguchi, defensora da cloroquina. Ela esteve em uma reunião no Palácio do Planalto com Luiz Henrique Mandetta, ex-ministro da Saúde, e Antonio Barra Torres, presidente da Anvisa. À CPI, ambos disserem que, nesta reunião, discutiu-se uma minuta para mudar a bula da cloroquina. Na sua vez de falar à comissão, Nise contradisse os dois ao afirmar que a minuta tratava apenas de “distribuição”. A médica também negou a existência de um gabinete paralelo que teria definido diretrizes sobre a pandemia à margem das regras científicas.
Nise ainda foi questionada pelo senador Otto Alencar, que também é médico, sobre a diferença entre um protozoário e um vírus. Após insistência, ela respondeu: “Protozoários são organismos celulares, e os vírus são organismos que têm o conteúdo de DNA ou RNA”. E Otto retrucou: “Não estudou”. Assista:
VÍDEO: ‘A senhora não sabe nada de infectologia’, diz Otto Alencar a Nise Yamaguchi
Veja o que é #FATO ou #FAKE nas declarações de Nise Yamaguchi
Por falar em CPI… Marcelo Adnet estreou quadro no Globoplay: uma crônica que narra o desenrolar da CPI da Covid com crítica e humor. Aberto também para não assinantes, o programa será semanal, sempre às segundas-feiras. Veja um trecho:
‘Ih… acusou de roubo e o Renan rebateu’ – trecho do episódio 1 de Adnet da CPI
Secretário de Saúde do AM, Marcellus Campêlo é preso pela Polícia Federal
Exército livra Pazuello
A participação do general Eduardo Pazuello, ex-ministro da Saúde, durante um ato político com o presidente Jair Bolsonaro no Rio de Janeiro no fim de maio não teve punição. O Regulamento Disciplinar do Exército e o Estatuto das Forças Armadas proíbem a participação de militares da ativa em manifestações políticas.
O vice-presidente da República, Hamilton Mourão, que também é general, não comentou a decisão. No mês passado, ele disse que a aplicação de uma punição poderia evitar “que a anarquia se instaure” nas corporações militares. Como informou o blog do Valdo Cruz, na avaliação de militares, o comandante do Exército, Paulo Sérgio Nogueira de Oliveira, errou e terá problemas com a tropa.
5 pontos sobre: Pazuello escapa de punição do Exército
Além disso, Pazuello foi nomeado para um novo cargo no governo Bolsonaro. Ele agora é secretário de Estudos Estratégicos.
Atos e panelaços contra o governo
No Recife, a polícia agiu com truculência durante um protesto contra Bolsonaro. Dois homens, que sequer participavam do ato, perderam a visão após serem atingidos por balas de borracha atiradas por agentes. Os dois estavam trabalhando quando foram pegos de surpresa pela barricada dos policiais. O vídeo abaixo mostra policiais negando socorro a um deles. Assista:
Imagens mostram homem ferido no olho em protesto pedindo socorro a policiais militares
Após a repercussão, o comandante da Polícia Militar pediu exoneração do cargo.
Em Goiânia, Arquidones Bites Leão, professor e secretário estadual do PT de Goiás, foi preso por se recusar a retirar uma faixa do capô do carro com a mensagem “Fora Bolsonaro Genocida”.
Os atos contra Bolsonaro, que reuniram milhares de pessoas pelo Brasil, foram minimizados pelo presidente. “Faltou erva, faltou erva, faltou erva para o movimento aí”, disse. Além de manifestações na rua, Bolsonaro foi alvo de panelaços quando fez pronunciamento em rede nacional.
‘Brincadeira’ sem graça no Egito
O médico brasileiro Victor Sorrentino disse que fez uma brincadeira ao perguntar a uma vendedora egípcia se as mulheres do país “gostam do bem duro”. Publicado pelo próprio médico em uma rede social, o vídeo com a pergunta de cunho sexual feita em tom de deboche fez as autoridade do Egito prenderem o homem. O professor Rodrigo Andrade, que deu aulas de português para a mulher, disse não acreditar que ela tenha entendido a ofensa como piada. A família de Sorrentino publicou uma carta, escrita em português, inglês e árabe, com um pedido de desculpas. Abaixo, veja o vídeo publicado pelo médico:
Médico do RS é detido no Egito
Alerta de desmatamento na Amazônia

O alerta de desmatamento na Amazônia registrado pelo Instituto Brasileiro de Pesquisas Espaciais (Inpe) registrou novo recorde em maio. Até o dia 28, eram 1.180km² sob alerta na região, maior número para o mês desde 2016. Também é o terceiro mês consecutivo de recordes históricos mensais e a primeira vez que se registra em maio área com tamanho acima de 1 mil km² sob alerta. Os números preocupam organizações da sociedade civil por tratar-se do mês que marca o início da estação seca.
Enquanto isso, no Ministério do Meio Ambiente… A ministra Cármen Lúcia, do Supremo Tribunal Federal (STF), autorizou a abertura de um inquérito para investigar Ricardo Salles, chefe da pasta. Cármen Lúcia atendeu a um pedido da Procuradoria-Geral da República (PGR) que tinha como base a notícia-crime apresentada em abril contra o ministro por suposta tentativa de atrapalhar a apuração sobre a maior apreensão de madeira do Brasil, feita na Operação Handroanthus.
Desabamento de prédio no Rio
O desabamento de um prédio residencial de quatro andares construído irregularmente em Rio das Pedras, Zona Norte do Rio, causou a morte de Nathan Gomes e da menina Maitê, pai e filha. O dono do edifício, pai de Nathan, se apresentou à polícia voluntariamente depois da tragédia para prestar depoimento. Ele contou ter comprado o terreno há cerca de 25 anos e ter construído o prédio aos poucos, sem qualquer projeto técnico ou contratação de profissionais especializados. No edifício moravam apenas familiares.
Resumo em vídeo: prédio desaba em Rio das Pedras, Zona Oeste do Rio
Surpresa quádrupla
A primeira coisa que as enfermeiras Nicolle Zabatiero e Mariana Battistini pensaram quando descobriram que teriam quadrigêmeos foi questionar o que teriam feito “de errado”. A resposta, entretanto, é que deu tudo certo (de uma só vez): ovulação muito certa, inseminação no dia certo. Após adiarem os planos de aumentar a família por causa da pandemia, elas fizeram, no começo de 2021, uma inseminação artificial. Os bebês, que devem nascer no segundo semestre, já têm nome: Gregório, Guilherme, Luiza e Beatriz. Conheça a história delas no vídeo abaixo:
VÍDEO: Após adiar gravidez por pandemia, casal de enfermeiras espera quadrigêmeos
Quer outra história legal para ler no fim de semana? Conheça Debby Neal-Strickland, a mulher que doou um rim para a ex do seu atual marido dois dias após a cerimônia de casamento. “Foi o dia mais incrível da minha vida, até dois dias depois. Esse também foi o dia mais incrível da minha vida”, disse ela sobre a proximidade das datas.
Debby-Neal Strickland e Mylaen Merthe mostram as placas que fizeram após o transplante de rins, durante almoço com Jim Merthe, marido de Debby e ex-marido de Mylaen, em um restaurante em Ocala, na Flórida, em 25 de maio
AP Photo/John Raoux
Alta no PIB (mas não para todos)
“Minha mulher ficar desempregada logo que começou a pandemia me arrebentou muito, porque ficamos só com meu salário de pizzaiolo. Quando ela começou a receber o auxílio do governo, deu uma melhoradinha e ele fez muita falta no começo do ano.”
Quem diz isso é Alexsandro Melo de Oliveira. Sua mulher é emprega doméstica e continua sem trabalho. Em janeiro deste ano, após meses com salário reduzido por causa da pandemia, ele voltou a receber o integral. Isso, entretanto, não permitiu que a família retomasse o padrão de vida de antes da pandemia. Os cortes mais severos ocorreram na moradia e alimentação. “Carne a gente não voltou a consumir até hoje”.
Alexsandro é um dos muitos brasileiros que não sentiu a alta do PIB no 1º trimestre, que teve avanço de 1,2%. Com desemprego recorde, milhões de pessoas seguem sem renda – e sem consumir – no país. Leia outros relatos aqui.
E nos próximos meses? Três economistas de diferentes vertentes ouvidos pelo G1 têm um ponto em comum: todos olham para o futuro com o temor de que uma nova onda de Covid coloque em xeque a recuperação esperada. Leia as entrevistas aqui.
Volta da prova de vida do INSS obrigatória: veja calendário e como fazer sem sair de casa
IR 2021: saiba o que fazer se você perdeu o prazo para envio da declaração
BPC: entenda a MP que amplia benefício a idosos e pessoas com deficiência
Pronampe: entenda como funciona o programa que foi relançado de forma permanente
Indigestão para o bolso
Com a disparada dos preços da carne bovina em 2020 e a queda da renda das famílias durante a pandemia, o consumidor teve que recorrer a proteínas mais baratas como o frango e o ovo, mesmo com o aumento do valor destes alimentos nos supermercados. E as coisas ainda podem piorar já que a Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA) alertou o governo federal de que “novas elevações nos preços” dessas proteínas devem ocorrer “nos próximos meses”.
Custos de produção subiram impactando preço das proteínas animais
Arte/G1
Luz mais cara… E risco de apagão
A situação dos reservatórios das hidrelétricas está no nível mais baixo em quase um século — o que já fez a tarifa da conta de luz escalonar para a bandeira mais cara (vermelha dois). As consequências, entretanto, podem ir além e afetar a inflação e o crescimento do PIB. Ouça podcast sobre o tema:
Agência Nacional de Águas declara situação crítica de escassez hídrica em cinco estados
Nível dos reservatórios de Sudeste e Centro-Oeste em maio é o mais baixo para o mês desde 2001
Brasil aceita a Copa América
Descartada por Colômbia e Argentina, a Copa América vai acontecer no Brasil com aval de Bolsonaro. A Conmebol, que organiza o torneio, chegou a agradecer o presidente por “abrir as portas” do país. Especialistas ouvidos pelo G1 criticaram a decisão. Eles avaliaram que os riscos incluem o aumento de viagens dentro do país, importação de novas variantes e aumento da taxa de contágio da Covid.
O epidemiologista Pedro Hallal, da Universidade Federal de Pelotas (UFPel), disse que o evento no Brasil “é um deboche e um desrespeito com as 460 mil famílias em luto”. Os jogos acontecerão Brasília, Cuiabá, Goiânia e Rio de Janeiro. Veja o que disseram governadores e prefeitos sobre a realização do evento.
‘Acho que é meio inoportuno neste momento’, diz Paes sobre realização de Copa América no Rio
Fúria de mãe (de pet)
As imagens impressionam: um urso caminha sobre um muro e ataca cachorros de uma casa nos EUA. De repente, a dona dos cãezinhos aparece e empurra o urso para o terreno vizinho. Hailey Morinico, que tem 17 anos, disse que machucou o dedo e ficou com arranhões no joelho – mas que nenhum dos cachorros, bem menores que o urso, ficaram feridos durante a ação. Assista:
Jovem enfrenta urso para defender cãozinho nos EUA
Para ouvir e assistir no fim de semana
Procurando algo novo para ouvir? Que tal conhecer “Gueto”, novo single de Iza? O clipe da música conta com participação de sua mãe. Ao G1, a artista disse que quis resgatar memórias da infância com a música. Assista à entrevista:
Iza fala sobre música ‘Gueto’ e novo disco
Após a “última aparição virtual” de Gusttavo Lima, que cansou das lives e fez a sua última na noite desta sexta-feira, o sábado está cheio de opções para quem quer ver de casa os ídolos do sertanejo. Também há opções de forró, axé, eletrônico, funk e MPB. Confira horários e transmissões aqui.

Vai ter Enem
Dias após despachos internos mostrarem que o Inep havia marcado datas do Enem 2021 para janeiro de 2022, o governo publicou edital confirmando a prova neste ano. As versões impressa e digital da prova serão aplicadas em 21 e 28 de novembro. Já está nos preparativos ou conhece alguém que vai fazer a prova? Abaixo, veja vídeo com dicas para uma redação nota mil:
Redação do Enem em 1 Minuto: jovem que tirou nota mil dá dicas para escrever um bom texto
Embaixadora
Coroada rainha dos cactos pelos seus fãs e vencedora do BBB21, a paraibana Juliette agora é também embaixadora do Globoplay. “Não sei o que vou fazer”, comentou Juliette durante participação no “Mais Você”. “O que quiser, eu estou aí. Música, TV, o que botar eu estou feliz, porque eu amo isso e quero fazer o melhor. O meu público merece… O nosso público, porque agora eu sou Globo.”
Juliette posa com a camisa do Globoplay ao ser anunciada como nova contratada da Globo
Divulgação/Globo
Solidariedade
Lembra do menino de Jundiaí (SP) que perdeu todas as trufas que vendia após receber uma nota falsa de R$ 100 como pagamento? Ele e a família foram procurados por pessoas que, sensibilizadas com a história, doaram dinheiro. O montante arrecadado, segundo a mãe do garoto de 13 anos, será destinado a cursos.
“Nos ligaram e nos fizeram algumas transferências de dinheiro. Com o valor que arrecadamos eu disse que ele fará cursos, como algo para informática e aprender inglês”, comemorou a mãe.
Mãe do menino rasgou a nota falsa
Arquivo pessoal
Fogo na água
O porta-contêineres MV X-Press Pearl, destruído por um incêndio que durou 13 dias na costa do Sri Lanka, afundou com centenas de toneladas de petróleo em seus depósitos — o que provoca o temor de agravamento do maior desastre ecológico da história do país.
Vídeo: Navio causa desastre ambiental e afunda com toneladas de petróleo no Sri Lanka
No Golfo de Omã, o maior navio de guerra da Marinha do Irã pegou fogo e afundou. Felizmente, a tripulação foi resgatada ilesa.
Mucormicose
Um surto de mucormicose entre pacientes de Covid-19 na Índia registrado nas últimas semanas tem chamado a atenção do mundo. Causada por fungos da ordem Mucorales, a doença pode acometer os pulmões e mutilar os seios da face. A taxa de letalidade também assusta: costuma matar em 50% a 60% dos casos. Em uma sequência de nove perguntas e respostas sobre a mucormicose, o G1 explica o que ela é, como se prolifera e qual a sua relação com o coronavírus.
No vídeo abaixo, entenda como a mucormicose, também chamada de fungo preto, pode ser fator de risco em pacientes com Covid. Assista:
Infectologista explica como a mucormicose pode ser fator de risco em pacientes com Covid
Também teve isso

Deixe uma resposta