Compras externas do setor químico sobem 19% no primeiro trimestre de 2021

O avanço das importações preocupa o setor químico. A demanda brasileira no setor cresceu 9% no primeiro trimestre de 2021. As compras externas subiram 19% no mesmo período, um recorde de 47% do mercado nacional nos últimos 12 meses — apesar do dólar em alta. É o que reforça o presidente da Abiquim, Ciro Marino. “A importação versus a exportação, onde avaliamos o déficit da balança comercial do setor, foi na ordem de US$ 8,7 bilhões. Essa falta de competitividade advém do fato de que temos um gás natural muito caro, nós temos uma eletricidade muito cara, um sistema tributário que penaliza muito fortemente essa indústria como um todo.” O bom desempenho das vendas internas e a alta das importações reflete a recuperação da demanda nacional que se mantém em um patamar elevado desde o ano passado pela necessidade dos itens no atendimento dos produtos relacionados a pandemia da Covid-19.

*Com informações do repórter Marcelo Mattos

%d blogueiros gostam disto: