Índia recebe mais ajuda internacional para lutar contra a Covid-19

França, Alemanha e Reino Unido doaram respiradores, geradores de oxigênio e equipamentos médicos. Índia registrou 392 mil novos casos da doença nas últimas 24 horas. Imagem de hospital em Nova Délhi, capital da Índia, em 1º de maio de 2021
Prakash Singh / AFP
A Índia recebeu ajuda sanitária internacional neste domingo (2) após registrar, nas últimas 24 horas, 392 mil novos casos de Covid-19 e quase 3,7 mil mortes pela doença.
LEIA MAIS: Índia registra novo recorde mundial com mais de 400 mil casos de Covid em 24 horas
O país enfrenta uma crise sanitária sem precedentes, com falta de oxigênio hospitalar, de leitos de UTI e até de espaço nos cemitérios e crematórios. Pacientes aguardam nas ruas e nas ambulâncias por uma vaga no hospital.
Veja abaixo os auxílios enviados ao governo indiano:
um avião com 28 toneladas de equipamentos médicos fretado pela França pousou na capital, Nova Délhi;
os franceses também enviaram oito grandes geradores de oxigênio e 28 respiradores;
a Alemanha doou 120 respiradores no sábado (1º),
e o Reino Unido prometeu enviar outras mil unidades.
As redes sociais estão repletas de pedidos desesperados de pessoas em busca de cilindros de oxigênio, de medicamentos e de leitos de hospital. O ritmo acelerado de contágios provoca uma escassez generalizada de produtos essenciais no país.
Respiradores enviados por países europeus desembarcam na Índia
Campanha de vacinação
A Índia, com 1,3 bilhão de habitantes, ampliou no sábado o programa de vacinação para todos os adultos. No entanto, muitos estados sofrem com a falta de doses, mesmo depois de as autoridades suspenderem as exportações.
Durante o fim de semana, foram registradas longas filas nos centros de imunização.
“Chegamos cedo para receber a vacina”, disse Megha Srivastava, de 35 anos, em uma clínica particular da capital. “Agora é uma necessidade. Estamos vendo que muitas pessoas testam positivo”, completou.

%d blogueiros gostam disto: