Saiba como harmonizar os vinhos brancos espanhóis da região de Rueda

Uma região vinícola que vem se destacando é Rueda. O município fica na Espanha, na província de Valladolid, comunidade autónoma de Castilla y Leon, com área de 90,70 km² e população de aproximadamente 1.800 habitantes. Rueda é vizinha de Ribera del Duero, de onde saem prestigiados vinhos como, por exemplo, o Vega-Sicilia e o Pingus. A Denominação de Origem Rueda, hoje líder em vinhos brancos na Espanha, foi reconhecida em 12 de janeiro de 1980, depois de vários anos de trabalho por isso e proteção de sua variedade autóctone: a Verdejo. O desenvolvimento da viticultura nesta zona começou no século XI, despois da Reconquista, graças a Alfonso VI, que ofereceu extensas propriedade de terras aos novos povos que lá se instalaram. Algumas Ordens Religiosas Monásticas aceitaram a oferta e construíram monastérios, usando os vinhedos para prover a zona de vinho e abastecer a Corte Castellana.

A situação seguiu-se assim até os dias de hoje, quando o vinho de Rueda ganhou destaque internacional. Tais vinhos são aromáticos, de boa estrutura e acidez; bem gastronômicos e fáceis de serem encontrados hoje em dia. Harmonizam bem com saladas, frutos do mar e a deliciosa Gazpacho (sopa fria de tomates). Vou sugerir alguns vinhos brancos de Rueda, a começar pelo mítico Marques de Riscal que, a despeito de sua tradição Riojana, produz ótimos vinhos brancos no município. Atentem-se também para o Ayre, 100% Verdejo, vinho de um frescor incrível e que é um ótimo acompanhante de frutos do mar. A Bodega Menade, por sua vez, vem manejando com extrema maestria a casta Verdejo; valendo-se de viticultura natural e técnicas biodinâmicas, inclusive colheita manual, e nos entrega um vinho que merece ser conhecido, e que recebeu o nome de Nosso Verdejo. Este último é um grande acompanhante da culinária costeira espanhola. Salut!

%d blogueiros gostam disto: