Barcelona é campeão da Copa do Rei e Messi comemora: ‘Muito especial’

Lionel Messi conquistou o primeiro e possivelmente o último título como capitão do Barcelona neste sábado, 17. O craque foi responsável por dois gols marcados contra o Athletic Bilbao em Sevilha. O placar fechou em 4 a 0 com outras duas bolas na rede por Griezmann e De Jong. Eliminado nas oitavas de final da Liga dos Campeões e apenas o terceiro colocado no Campeonato Espanhol, o Barcelona apostava na Copa do Rei como sua maior chance de título na temporada. No entanto, a conquista pode ser uma despedida de Messi no time, já que o argentino tem contrato somente até o fim da temporada e ainda não definiu o seu futuro. “É muito especial ser o capitão deste clube, e é muito especial para mim poder levantar essa taça”, disse em entrevista ao final da partida.

Logo aos quatro minutos do primeiro tempo, De Jong recebia passe de Messi e acertava o pé da trave. Parecia o anúncio de um massacre, caso o Athletic não tivesse segurado bem na defesa. Aos poucos, o time até passou a se arriscar no ataque, sem maior perigo à defesa do Barça ao longo dos 90 minutos. O duelo chegou a ficar equilibrado nos minutos finais do primeiro tempo, mas tudo mudou no segundo. Super ofensivo, o Barcelona começou novamente impondo pressão. Aos 2, Dest cruzou rasteiro da direita e Griezmann desperdiçou grande chance ao mandar nos pés do goleiro.

Em seguida, os catalães precisaram de apenas oito minutos para alterar completamente o panorama do confronto. Aos 14, Messi acionou De Jong e partiu o cruzamento rasteiro para Griezmann completar para as redes. Três minutos depois, De Jong passou de “garçom” para finalizador e anotou o segundo, de cabeça, após passe de Alba. Mais cinco minutos, e o meia holandês voltou a dar assistência decisiva, desta vez para Messi, que fez estrago na área rival ao dominar pela esquerda, conter três marcadores e bater rasteiro no canto. O quarto gol também foi marcado pelo argentino. Aos 26, Alba foi até a linha de fundo, cruzou para trás e Messi chegou batendo rasteiro e contando com ajuda do goleiro, que resvalou na bola e não evitou o gol. Antes do apito final, Griezmann ainda mandou para as redes, após passe de Messi, mas o árbitro consultou o VAR para anular o gol por impedimento.

%d blogueiros gostam disto: