Petrobras volta a subir preços da gasolina e do diesel aos distribuidores

A Petrobras anunciou novos reajustes para a gasolina e o diesel aos distribuidores a partir desta sexta-feira, 16. O preço médio da gasolina nas refinarias passará a R$ 2,64 o litro, reajuste de R$ 0,05 — alta de 1,9%. Este é o nono reajuste do combustível apenas em 2021 e o primeiro aumento depois de dois cortes seguidos. Já o diesel será vendido a R$ 2,76, aumento de R$ 0,10 por litro— reajuste de 3,7%. O valor do diesel foi alterado oito vezes neste ano. Com a nova mudança, o valor da gasolina acumula alta de 43,4% em 2021, enquanto o diesel aos distribuidores encareceu 36,6%. O setor de combustíveis se tornou o maior vilão da inflação em 2021 após a disparada do barril de petróleo no mercado internacional com a retomada das economias globais neste primeiro trimestre. A alta lá fora também faz a Petrobras reajustar os preços no mercado doméstico, já que a petroleira adota a política de paridade internacional. As mudanças fizeram o preço da gasolina acumular alta de 22% aos consumidores neste trimestre, enquanto o diesel soma avanço de 18%.

Em nota, a estatal afirma que os reajustes são feitos sem periodicidade definida e que esse alinhamento de preços “é fundamental para garantir que o mercado brasileiro siga sendo suprido sem riscos de desabastecimento pelos diferentes atores responsáveis pelo atendimento às diversas regiões”. A Petrobras também afirma que o reajuste aos distribuidores não significa o aumento direto na bomba. “Até chegar ao consumidor são acrescidos tributos federais e estaduais, custos para aquisição e mistura obrigatória de biocombustíveis, além das margens brutas das companhias distribuidoras e dos postos revendedores de combustíveis.”

%d blogueiros gostam disto: