Em meio a alta de mortes por Covid-19, São Paulo inaugura hospital de campanha

A região central de São Paulo recebeu nesta terça-feira, 13, um novo hospital de campanha para tratamento exclusivo de pacientes infectados pelo novo coronavírus. A inauguração acontece no momento em que o estado enfrenta a alta dos casos de Covid-19 e das mortes em decorrência de complicações da doença. Segundo o último boletim divulgado pela secretaria de Saúde nesta tarde, desde o início da pandemia até o momento, São Paulo registra 768.716 infectados e 24.541 óbitos pelo vírus. O Hospital Estadual Metropolitano Santa Cecília, localizado no bairro de mesmo nome, possui estrutura física tradicional e não conta com tendas – diferente das primeiras unidades de campanha instaladas no início da pandemia.

Inicialmente, o governo do estado anunciou que 180 leitos estariam à disposição na nova instalação. No entanto, o hospital foi inaugurado com apenas 30 leitos, sendo dez unidades de UTI e 20 de enfermaria. “O hospital chegará aos 180 leitos conforme o previsto e programado. Agora, estamos fazendo como todo hospital, sobretudo um hospital com essa dimensão, fazendo em etapas, para garantir que todos os pacientes que vierem aqui, seja primário ou de UTI, tenham o atendimento correto. Não há dificuldade em relação a recursos humanos”, explicou o governador João Doria. Até o momento, há 900 profissionais contratados para atuar no Hospital Estadual Metropolitano Santa Cecília. Entre eles, 150 são médicos. Para manter a instituição de saúde ativa, o governo paulista desembolsará R$ 12 milhões mensais.

%d blogueiros gostam disto: