Sem acordo com governo sobre programa ambiental, índios prometem bloquear BR-163

A falta de entendimento entre órgãos do governo federal e povos indígenas que tiveram suas terras atravessadas pela BR-163, no Pará, poderá levar à paralisação do tráfego da estrada, principal rota rodoviária de escoamento de grãos do País. A ameaça de lideranças indígenas, que prometem levar os 1.200 índios da região para a rodovia, tem origem na ausência de uma solução sobre as compensações ambientais assumidas pelo governo, por causa dos impactos da estrada nas terras indígenas da região.

“Desde o ano passado, estamos tentando buscar uma solução pra isso. Nosso povo está sendo prejudicado todos os dias. O governo prometeu renovar o programa, e não fez mais nada. O povo indígena está muito cansado. Se isso não resolver, o jeito vai ser fechar a estrada. Não aguentamos mais isso”, disse ao Estadão/Broadcast, sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado, Dotô Takakite, liderança caiapó da terra indígena Menkragnoti, localizada na parte sul do Pará, nos municípios de Altamira e São Félix do Xingu.

%d blogueiros gostam disto: