Para evitar confronto com STF e “paparicar” Centrão, Bolsonaro faz limpa e troca vice-líderes na Câmara

O presidente Jair Bolsonaro acenou mais uma vez ao Supremo Tribunal Federal (STF) ao trocar quatro vice-líderes do governo na Câmara. A intenção também é abrir espaço ao Centrão, bloco de partidos cujo líderes respondem a processos criminais e já apoiaram governos dos ex-presidentes Fernando Collor, Fernando Henrique Cardoss, Luiz Inácio Lula da Silva, Dilma Rousseff e Michel Temer.

O ato foi publicado em edição extra do Diário Oficial nesta quinta (9).

Entre os substituídos estão Daniel Silveira e Otoni de Paula, ambos alvos do inquérito do Supremo sobre atos antidemocráticos. Recentemente, Otoni chamou o relator do processo, Alexandre de Moraes, de “lixo”, “canalha” e “esgoto do STF”.

%d blogueiros gostam disto: