Palmeiras espera receber R$ 90 milhões em negociações por Dudu e Arthur Cabral

O Palmeiras deve oficializar nesta semana as vendas de dois atacantes e receber pelas duas transferências mais de R$ 90 milhões. Do Al-Duhail, do Catar, o clube aguarda a proposta oficial de cerca de R$ 80 milhões por Dudu (foto). A outra operação já foi consumada. Arthur Cabral foi negociado por R$ 13 milhões ao Basel, da Suíça, após ter cumprido a meta de gols marcados prevista no contrato de empréstimo firmado entre as equipes.

Sobre Dudu, ainda não chegou ao Palmeiras a proposta oficial da equipe catariana, mas semanas atrás o clube recebeu do jogador a sinalização de que estava interessado em sair. O jogador soube pelo empresário da proposta do Al-Duhail e gostou da nova oportunidade na carreira. Pesou também o salário ofertado ser o dobro do recebido atualmente na equipe alviverde.

Após indicar ao Palmeiras o interesse pela proposta do Catar, Dudu se envolveu em um problema pessoal. A ex-mulher dele, Mallu Ohana, acusa o jogador de tê-la agredido dentro de um carro, na semana passada. Após o registro de um Boletim de Ocorrência (B.O ), o atacante foi à delegacia para prestar depoimento e divulgou um vídeo para tentar provar que não agrediu Mallu. Ela, por sua vez, alega que o material apresentado pelo jogador foi editado para ocultar os momentos de violência.

Pela negociação com o futebol do Catar, o Palmeiras poderá receber futuramente mais de R$ 90 milhões. O acréscimo em comparação aos R$ 80 milhões se refere a bônus por metas alcançadas no novo time. O jogador esteve prestes a deixar o Palmeiras em outras duas ocasiões recentes, mas em ambas o clube convenceu Dudu a permanecer e lhe ofereceu aumento salarial. No entanto agora a situação está mais propensa pela saída do camisa 7, tanto pelos valores envolvidos como pelo problema na vida pessoal.

Com Arthur Cabral a negociação foi concretizada nesta segunda. O Palmeiras e o Basel haviam trocado documentos na última sexta-feira. Dos R$ 26 milhões envolvidos, metade ficará no clube paulista e a outra parte com o Ceará, clube formador do atacante. O valor se refere a 70% dos direitos econômicos do jogador. Os outros 30% restantes vão permanecer com o Palmeiras.

A manutenção desses 30% é considerada pelo Palmeiras como valiosa pelo potencial de valorização futura do jogador. Arthur tem 22 anos e veio ao time paulista por R$ 5 milhões. A diretoria alviverde aposta que nos próximos anos o atacante poderá manter as boas atuações no Basel e ser vendido por um valor significativo para uma outra equipe, principalmente da Alemanha, mercado que costuma se reforçar com opções do futebol suíço.

%d blogueiros gostam disto: