Weintraub contratou mais de R$ 12 milhões com a Globalweb, empresa da ex-mulher de Wassef

O ex-ministro da Educação, Abraham Weintraub, atualmente vivendo nos EUA, foi bastante generoso com a dona da Globalweb, cuja proprietária é Maria Cristina Boner, ex-mulher do polêmico advogado, Frederick Wassef, acusado pelo Ministério Público do Rio de Janeiro de ter escondido, Fabrício Queiroz na casa dele, em Atibaia, interior de São Paulo. Os contratos entre o MEC e a Globalweb foram fragmentados em duas partes: R$ 8,7 milhões (gerenciamento técnico) e outros R$ 3,9 milhões com a Fundação Nacional do Desenvolvimento da Educação (FNDE).

%d blogueiros gostam disto: