Com salário de R$ 115 mil no Banco Mundial, Weintraub diz que está bem nos EUA

O ex-ministro da Educação, Abraham Weintraub (foto ainda em Brasília), usou as redes sociais nesta segunda-feira (22), para comunicar aos seus mais de 900 mil seguidores que está bem nos Estados Unidos.

“Agradeço a todos que me ajudaram a chegar em segurança aos EUA, seja aos que agiram diretamente (foram dezenas de pessoas) ou aos que oram por mim. Aproveito para dizer que estou bem”.

Após colecionar inimigos como chefe do MEC, Weintraub teve que deixar o País às pressas, temendo ser preso, ao ter xingado na reunião ministerial de 22 de abril, quando ainda ocupava o posto de ministro de Estado, membros do Supremo Tribunal Federal. “Por mim colocava todos esses vagabundos na cadeia. A começar pelo STF”, atacou Abraham.

Para apaziguar os ânimos com o Supremo, o presidente, Jair Bolsonaro, demitiu a pedido Weintraub do MEC, na última quinta-feira (18). Como recompensa, ele foi indicado na vaga do Brasil a um cargo no Banco Mundial, sediado nos Estados Unidos. Na terra de Donald Trump, Weintraub vai receber salário mensal de R$ 115 ml.

%d blogueiros gostam disto: