Após decreto de Crivella, Ferj agora adia jogos do Carioca para sexta e sábado

A confusão instaurada no futebol fluminense pelo decreto do prefeito do Rio, Marcelo Crivella, que impedia a realização de eventos esportivos na cidade até a próxima quinta-feira ganhou mais um capítulo, provavelmente o definitivo Diante da insegurança jurídica provocada pela resolução, a Federação o Estado do Rio de Janeiro (Ferj) adiou as partidas ainda não disputadas da quarta rodada da Taça Rio foram adiadas para a sexta-feira e o próximo sábado.

A decisão da Ferj significa que o Campeonato Carioca está paralisado até a próxima quinta-feira, o último dia do decreto de Crivella. E também provocou o adiamento, ainda que sem uma data definida, dos compromissos da quinta rodada, inicialmente prevista para começar na próxima quarta.

No último sábado, Crivella publicou um decreto suspendendo competições esportivas na cidade. O prefeito afirmou que houve divergência entre o protocolo sanitário da Ferj e o da Prefeitura do Rio. E havia defendido que a suspensão valeria apenas para os jogos de Botafogo e Fluminense, que enfrentariam Cabofriense e Volta Redonda, na segunda-feira, mas já haviam avisado que se recusariam a atuar. Além disso, Crivella não tinha revisado o documento.

Com o decreto de sábado, a Ferj havia inicialmente adiado as duas partidas do Carioca que seriam disputadas neste domingo: Vasco x Macaé, em São Januário, que tinha sido remarcado para quarta-feira, e Madureira x Resende, em Conselheiro Galvão, que ficou para quinta.

A Taça Rio foi reiniciada na última quinta, quando o Flamengo derrotou o Bangu por 3 a 0, no Maracanã. No dia seguinte, Portuguesa e Boavista empataram sem gols. O time rubro-negro foi o principal defensor de retomar a competição neste momento e ganhou apoio do Vasco. Já Botafogo e Fluminense foram contrários à ideia de recomeçar o torneio enquanto a disseminação do coronavírus no Estado do Rio não está controlada. Os dois clubes pedem mais tempo para treinar e só querem atuar em partidas oficiais a partir de julho.

%d blogueiros gostam disto: