Jô retorna ao Corinthians e assina contrato até o final de 2023.

O Corinthians anunciou nesta quarta-feira o retorno do atacante Jô. O jogador de 33 anos terá vínculo com a equipe alvinegra até o final de 2023. O presidente Andrés Sanchez ressaltou nas últimas semanas que o clube paulista não faria nenhuma loucura econômica e as futuras contratações seguiriam o teto salarial estipulado pela diretoria

Jô é fruto das categorias de base do clube de Parque São Jorge. Ele estreou pela equipe profissional do Corinthians em 2003, quando tinha apenas 16 anos, e jogou pela equipe alvinegra até 2006, quando foi vendido para o CSKA Moscou, da Rússia.

Durante seu período no exterior, o atacante passou por Manchester City e Everton, clubes da Inglaterra, e, antes de retornar ao Brasil, em 2011, pelo Galatasaray, da Turquia. Jô retornou ao futebol nacional para defender o Internacional e o Atlético-MG, onde foi campeão da Copa Libertadores em 2013.

Em 2015, o jogador foi para o Al-Shabab, dos Emirados Árabes Unidos, e, no ano seguinte, para o Jiangsu Suning, da China. Jô retornou ao Corinthians em 2017, sendo campeão do Campeonato Paulista e do Brasileirão, ambos sob o comando do técnico Fábio Carille. E ainda se tornou o primeiro artilheiro da equipe na história do torneio nacional, com 18 gols.

Novamente, o atacante despertou interesse internacional e foi vendido, em 2018, ao Nagoya Grampus, do Japão. Na época, sua negociação gerou uma receita de R$ 43 milhões aos cofres do Corinthians. Dois anos após a sua saída, a cria da base alvinegra retorna ao clube pelo qual foi revelado.

Para anunciar a contratação do atacante, o Corinthians fez diversas postagens bem-humoradas em suas redes sociais. Usou até a vinheta do extinto Programa do Jô, comandado por Jô Soares, da Rede Globo. “Vem aí mais um campeão – e não é só de audiência, Fiel! Os gols do nosso novo reforço já deram muitas taças pro Coringão. Agora ficou fácil, né?”, escreveu o clube.

%d blogueiros gostam disto: