Esposa de Queiroz está foragida da Justiça; MPE deve publicar o nome dela no temido site da INTERPOL.

Alvo da Operação Anjo, deflagrada por uma força tarefa montada pelo Ministério Púbico do Rio de Janeiro, com auxílio da Polícia Civil de São Paulo, Márcia Aguiar (foto), esposa de Fabrício Queiroz, preso nesta quinta-feira (18), acusado de liderar esquema da rachadinha, quando o atual senador , Flávio Bolsonaro,ainda ocupava o cargo de deputado estadual, no Rio, está foragida.

Ela teve mandado de prisão preventivo solicitado pelo MP e deferido pela Justiça do Rio de Janeiro. Procurada em ao menos dois endereços, Márcia não foi localizada pela polícia. Se até às 18h de hoje ela não for encontrada, o nome dela será publicado como foragida no site da INTERPOL (International Criminal Police Organization), com base de apoio a criminosos foragidos em 194 Países.

Entenda

Fabrício Queiroz, ex-assessor do agora senador Flávio Bolsonaro, foi preso na manhã desta quinta-feira, 18, em Atibaia, em São Paulo. De acordo com o Ministério Público de São Paulo, ele estava num imóvel do advogado Frederick Wassef e deve ser levado para o Rio de Janeiro ainda nesta quinta. A TV Globo noticiou a prisão e a informação foi confirmada pelo Estadão. Queiroz foi assessor de Flávio quando este era deputado estadual no Rio de Janeiro.

Wassef é advogado de Flávio no caso Queiroz e do presidente Jair Bolsonaro no caso Adélio Bispo, que atingiu com uma facada o então candidato à Presidência em 2018 em Juiz de Fora, Minas Gerais. O advogado participou nesta quarta-feira, 17, da cerimônia de posse do ministro das Comunicações, Fábio Faria, em Brasília.Os mandados de busca e apreensão e de prisão contra Queiroz foram expedidos pela Justiça do Rio e a prisão foi feita na Operação Anjo da Polícia Civil e do Ministério Público de São Paulo. Queiroz é investigado um suposto esquema de “rachadinha” na Assembleia Legislativa do Rio e por lavagem de dinheiro em transações imobiliárias com valores de compra e venda fraudados.

%d blogueiros gostam disto: