PF investiga desvio de R$ 25 milhões para compra de respiradores em Fortaleza.

A Polícia Federal, em parceria com o Ministério Público Federal e a CGU, deflagrou nesta segunda-feira (25) a Operação Dispnéia, que investiga supostos desvios de recursos para a compra de respiradores em Fortaleza.

Foram cumpridos oito mandados de busca e apreensão na capital cearense e em São Paulo, todos expedidos pela Justiça Federal do Ceará.

A PF investiga a contratação de uma empresa paulista pela Secretaria Municipal da Saúde de Fortaleza.

Há indícios de que, além da ausência de capacidade técnica e financeira da empresa contratada, teria havido superfaturamento dos valores pagos pelos equipamentos, que chegaram a R$ 34,7 milhões.

Os investigadores estimam um dano de até R$ 25,4 milhões aos cofres públicos.

Os investigados poderão responder pelos crimes de peculato e dispensa irregular de licitação.

Gestão do prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio (PDT), na mira da Polícia Federal.
%d blogueiros gostam disto: