Deputado diz que tretas do filho do presidente sufocaram Lava Jato: “Bolsonaro ajudou soltar Lula”.

O deputado federal, Delegado Waldir (GO), que já foi líder do PSL na Câmara Federal, quando o presidente Jair Bolsonaro ainda era filiado a legenda dele, disse nesta segunda-feira (25), que o Planalto praticamente “sufocou” a operação Lava Jato, com objetivo de proteger o filho do presidente, senador Flávio Bolsonaro (PRB), acusado pelo Ministério Público Estadual (MPE) de praticar a famosa rachadinha, quando ainda era deputado estadual no Rio de Janeiro.

“A pauta da Lava Jato, de combate à corrupção, no atual governo, foi inexistente, em razão das tretas dos filhos do presidente. O presidente vem do Centrão, a origem dele foi o Centrão, a origem partidária dele”, disse Waldir.

O deputado goiano foi mais além e acusou Bolsonaro de ajudar colocar o ex-presidente da República, Luis Inácio Lula da Silva, em liberdade.

“E trabalhou para impedir a prisão em segunda instância. O presidente da República afastou-se completamente de todas as pautas de combate à corrupção. Ajudou a colocar o Lula em liberdade, porque, com isso, acabava com o discurso da oposição.”

Delegado Waldir, deputado federal do PSL-GO, diz que “tretas” do senador, Flávio Bolsonaro, sufocaram a Operação Lava Jato.
%d blogueiros gostam disto: