A pedido do MP, Justiça afasta prefeito que desobedeceu próprio decreto contra pandemia.

A Justiça determinou afastamento do prefeito de Itaverava (MG), José Flaviano Pinto, por desobedecer medidas de combate à pandemia de Covid-19, publica o G1.

Segundo a denúncia, o prefeito descumpriu um decreto que ele mesmo assinou.

“Contrariando as próprias regras, José Flaviano Pinto, conhecido como Nô, teria mandado lojas reabrirem e impedido a fiscalização de estabelecimentos que infringissem as normas em vigor.”

A decisão é da juíza Rafaella Amaral de Oliveira e atendeu a um pedido do Ministério Público de Minas Gerais. O prefeito terá de ficar afastado do cargo por 60 dias.

Comentário meu: Muito provavelmente a decisão, em primeiro grau, será reformada pelo Tribunal de Justiça de Minas Gerais. Com isso, é bem capaz que Nô nem sairá do cargo, uma vez que até agora ele não foi notificado pela Justiça. Resumindo: ele dorme afastado e amanhece reintegrado ao cargo.

Após descumprir o próprio decreto contra covid-19, prefeito, José Flaviano Pinto, o Nô, foi afastado do cargo pela Justiça de Minas Gerais.
%d blogueiros gostam disto: